sexta-feira, dezembro 21, 2007

Festas Felizes

Japão desiste de caçar 50 baleias-corcundas
21.12.2007 - 13h16 AFP, PUBLICO.PT
O Japão anunciou hoje que desistiu de caçar as 50 baleias-corcundas (Megaptera novaeangliae) previstas na campanha anual em curso depois de um coro de protestos internacionais, liderados pela Austrália. Esta espécie, conhecida também por baleia-de-bossas, já não é caçada há 40 anos.

Para já trata-se de um Natal feliz para 50 baleias-corcundas que o Japão desistiu de caçar.

Mas poderia ser igualmente um Natal feliz no Ruanda, se a população Totsie desistisse de caçar a sua congénere Hutu; na Palestina e Israel, se ambos os povos desistissem de se caçar mutuamente; na China, se o governo chinês desistisse de caçar os Direitos Humanos da sua população; no mundo inteiro, se George W. Bush desistisse de caçar o bom-senso e a inteligência; para o mundo inteiro, se os terroristas desistissem de caçar toda a gente; em Portugal, se Sócrates desistisse de caçar os seus concidadãos que lutam pelos seus direitos; se as seitas organizadas no Porto, se caçassem até à extinção; etc.
Festas Felizes!

sexta-feira, dezembro 14, 2007

Estudos terapêuticos

Terapeuta desfaz mitos
Masturbação descodificada
Para Helena Vilela, terapeuta do Instituto Kaplan de Estudos Sobre a Sexualidade, a masturbação "ainda é um tema tabu" na nossa sociedade e as dúvidas continuam a existir entre adolescentes e adultos. A especialista decidiu desfazer alguns mitos.
Paula Cosme Pinto / Expresso
13:42 | Sexta-feira, 14 de Dez de 2007

O tema é recorrente na indústria cinematográfica, em filmes como o "American Pie"
Um estudo realizado em Itália concluiu que "tanto elas como eles vêem a masturbação como uma prática natural". Entre os 300 participantes, mais de 88% dos homens afirmaram fazê-lo uma vez por semana, enquanto entre as mulheres a percentagem passou dos 68. Os números são altos, contudo, segundo a terapeuta, esta prática continua a suscitar dúvidas e a ser alvo de muitas lendas. "É fundamental conhecermos o nosso corpo, a nossa sexualidade e onde gostamos de ser tocados", explica Helena Vilela, que decidiu esclarecer no site brasileiro "Virgula" algumas das falsas ideias que têm passado de geração em geração.

Descodificar os mitos sobre masturbação

No topo da lista dos mitos surgem duas teorias frequentemente ditas aos adolescentes: A masturbação "provoca espinhas na cara" e "faz crescer pêlos nas mãos". De acordo com a terapeuta, "estas histórias são puras lendas", sendo que os efeitos físicos são, pelo contrário, bastante positivos: "A masturbação liberta endorfina e provoca uma sensação de bem-estar em todo o organismo".

Segundo a terapeuta, há também quem diga que o pénis pode ficar maior com esta prática. Outra ideia "errada", uma vez que "o tamanho é uma determinação genética que não sofre influências com a masturbação". Quanto à possibilidade de ser prejudicial à saúde quando feito em excesso, a directora do Instituto Kaplan garante que "não existem malefícios para o corpo". Ainda relacionado com excessos, há também o mito sobre a masturbação ser viciante, o que também tem explicação: "A pessoa pode criar um desejo compulsivo e quando isso acontece deve procurar ajuda. Mas não é um vício, é apenas uma nova forma prazer para não ter de lidar com algo que o incomoda".

Quanto ao sexo feminino, diz-se que "as mulheres não gostam de se masturbar". Embora a "sociedade tenha criado inibições ao longo da história", esta teoria é falsa e a prova é que "cada vez mais as mulheres têm vontade de se descobrir". De acordo com Helena Vilela, também ainda há muitas pessoas que julgam ser um acto apenas praticado por adolescentes. "Todos a fazemos. A masturbação é apenas mais frequente nos jovens porque como não têm um parceiro definido têm de resolver sozinhos quando lhes dá a vontade".

Outra das dúvidas "mais frequentes" vai ao encontro do aparecimento de pedras nos mamilos. "Embora muitos homens desenvolvam ginecomastia, esta não está relacionada com a masturbação. É apenas causada por uma disfunção hormonal ou pelo excesso de gordura". O último mito, relacionado com crenças religiosas, é talvez "o que tem sido mais difícil de resolver" ao longo dos séculos: masturbação é pecado? A terapeuta não deixa dúvidas: "Não é para fins de reprodução, mas não deixa de ser um acto sexual. Saudável".

LINHAS DE APOIO À SEXUALIDADE

Sexualidade em Linha - 808 222 003
Sexualidade em Atendimento - 222 001 798
Dificuldades Sexuais - 808 206 206
Sexualidade Segura (apoio mecânico) - 800 202 120
Apoio a Doenças Sexualmente Transmissíveis (Centro de Saúde da Lapa) - 213 957 973
Linha da Menopausa - 800 201 805

sexta-feira, novembro 16, 2007

Chupistas declaradas!

CASAS DE PASSE
Petição para reivindicar a legalização da prostituição
Documento defende que as «casas de passe» só possam pertencer a «trabalhadores do sexo», para evitar tráfico de seres humanos.
Quarenta e cinco anos depois de a prostituição ter sido tornada ilegal em Portugal pela mão de Salazar, um grupo de cidadãos quer entregar na Assembleia da República uma petição a pedir a legalização das chamadas casas de passe, «por uma questão de decoro e de saúde pública». (…)
Hugo Lourenço/Destak/16/11/2007

Estas “chupistas” são declaradas, não se disfarçam de políticos nem de empresário/as!

CHUPISTAS!



ESTRADAS PORTUGAL
Governo atribui concessão da rede rodoviária por 75 anos.


A desculpa do défice está a ter “as costas largas” demais.
Eu defendo os sistemas económicos que promovam a iniciativa privada, mas estes negócios de privados “à lá portugaise” em que as empresas são financiadas pelo Estado e neste caso, ainda cobram portagens aos utentes, parece realmente um “negócio da China”. Provavelmente será um bom negócio para a novel empresa SA e para os governantes que legalizam a “negociata”. Não o será provavelmente para o cidadão contribuinte.
Parece que estamos na presença do velho conceito, referido hoje por Joana Amaral Dias (“na linha da frente” - TSF) “Ir Roubar Para a Estrada”.

Nota: Quando viajo de Lisboa a Madrid (600km) pago duas portagens em Portugal (200km) e ZERO portagens em Espanha (400km).

quarta-feira, novembro 14, 2007

Há Petróleo no Beato!

Gás natural no mar do Algarve

Investigador diz que reserva pode responder a 65% das necessidades do país
Um investigador português diz que há gás natural na costa algarvia suficiente para satisfazer 65 por cento do consumo nacional. O especialista, que trabalha para a petrolífera espanhola Repsol, diz que há vários anos que se suspeita que a costa algarvia é rica em gás natural ou até mesmo petróleo.
SIC Online, 14-11-07

Desta vez parece que há mesmo petróleo, apesar de não ser no quintal da casa do humilde taxista Juvenal Costa (Raul Solnado) que vivia no Beato.

terça-feira, novembro 13, 2007

Desburocratizar

Para votar bastará apresentar BI ou Cartão de Cidadão
Cartão de Eleitor vai acabar
13.11.2007 - 20h53 Lusa
O Cartão de Eleitor vai acabar e os cidadãos maiores de 18 anos vão poder votar apenas com o Bilhete de Identidade (BI) ou Cartão de Cidadão na área onde residam, anunciou hoje o ministro da Administração Interna. (...)
(...) A par desta alteração, o Governo, disse Rui Pereira, está a preparar a criação do "voto em mobilidade", conhecido por voto electrónico, em que os eleitores poderão exercer o seu direito onde quer que se encontrem.

Ora cá está uma boa medida governamental e um óptimo exemplo de funcionalismo público ao serviço dos cidadãos. E é uma medida que ganha relevância, no sentido em que retira motivos de desculpa aos que não votam, num país com um nível médio de abstenção eleitoral de cerca de 50%.

No Estrito Cumprimento!


Ministro da Justiça adquire viaturas de luxo.

Em época de contenção orçamental, e com a administração pública sujeita a restrições na aquisição de viaturas novas, por indicação do Decreto de Execução Orçamental para 2007, o ministro da Justiça acaba de comprar cinco automóveis topo de gama. O negócio, sem incluir o imposto automóvel (IA), de que as instituições públicas estão isentas, rondou um valor global de quase 176 mil euros (35 mil contos) e foi por ajuste directo, sem recurso a concurso público, e sem autorização do Ministério das Finanças. Poderá estar em causa a violação da lei.
O gabinete de imprensa de Alberto Costa, em esclarecimentos ao DN, confirmou a compra, mas garante que “o processo decorreu no estrito cumprimento do enquadramento legal”. As Finanças, por seu lado, confirmaram as restrições às aquisições, mas até ao fecho da edição não se pronunciaram sobre o pedido de autorização.
Licínio Lima, DN Online, 13/11/2007

Então e, “no estrito cumprimento do enquadramento ético-moral”, não haverá ninguém capaz de dar uma valente “paulada no lombo" desta SOCIALISTA personagem?
A Bem da Nação!

domingo, novembro 11, 2007

Pilotos da TAP - Essa "cambada de comunistas"!



Normalmente, os mais informados e esclarecidos são os mais unidos e que melhor lutam pelos seus direitos.

Os outros vão-se queixando da vida, nos corredores do emprego,nos cafés, etc.

quinta-feira, novembro 08, 2007

Uma Coisa é Uma Coisa, Outra coisa é Outra Coisa - II


Em Portugal, continuam a dar brado os processos disciplinares. Apesar dos militares da Força Aérea terem visto suspensa, através de Providência Cautelar, a eficácia total do acto administrativo (o processo disciplinar) até ser provada a matéria de facto em Tribunal, a Força Aérea Portuguesa, considerou, para efeitos de apreciação para promoção, como se os referidos militares tivessem sido punidos de facto, e já demorou na promoção pelo menos um. Este acto ilegal já originou manifestações espontâneas de repúdio da classe, que se traduziram em faltas ao almoço em duas unidades pelo menos, no Comando Operacional da Força Aérea e na Base Aérea1.
Fonte: Associação Nacional de Sargentos, Boletim Electrónico n.º 2 , 11/07.

De facto uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa!
E aplicando esta premissa à notícia acima publicada, tem de se concluir mais uma vez que em Portugal uma coisa são os conceitos de Democracia, Justiça e Boas Práticas de Liderança – tudo descrito nos Manuais de Política, Direito e Gestão Organizacional (que se ensinam nas Universidades); outra coisa, são os conceitos de Autoritarismo Ditatorial, Manutenção Autoritária do Poder e Velhacaria “Pura e Dura” – tudo descrito no “Código do Corporativismo Autoritário Bacoco e Filha-putista de algum Poder” (que se ensina nos Gabinetes).

God save the “queens” of the government and his doggies commanders-in-chief.

sexta-feira, novembro 02, 2007

O que eu Sei!


Estatuto do aluno: PS recua e passa a admitir reprovação por excesso de faltas.
Público 01.11.2007 - 09h37 Margarida Gomes, Filomena Fontes

Não sei se a ideia inicial, em tese, seria boa.
Sei que sou professor numa escola profissional que recebe alunos do sistema de ensino técnico profissional do IEFP (Instituto do Emprego e Formação Profissional) e observo que 95% dos quais são maiores de idade, que recebem bolsa do IEFP para estudar e mesmo assim cerca de 20% atingem o limite de faltas, 60% não se esforça para obter conhecimento e 20% só se preocupa em obter a nota suficiente para passar de ano. Serão estes alunos preguiçosos e burros? Preguiçosos sim, burros não. Burros não porque eles sabem que o sistema não os quer na rua ou na prisão (onde alguns estavam antes de ingressar nestes cursos). O sistema quer que permaneçam ocupados mesmo que não aprendam grande coisa. Eles sabem igualmente que, quando têm nota negativa no final de um período, o professor é obrigado a ministrar aulas e efectuar testes de recuperação (neste sistema, o professor ganha à hora e estas aulas não são pagas) e se o aluno continuar negativo terão de haver mais aulas e testes de recuperação e se continuar negativo, a situação será analisada pela escola e como esta recebe dinheiro do IEFP enquanto o aluno a frequentar, este passa administrativamente. E os alunos sabem disto (alguns são filhos ou conhecidos de funcionários do IEFP).
Onde é que tudo isto “entronca” com a notícia, referida no Público? Na questão da responsabilização de alunos e PAIS. Estes já sabem que os Governos querem aumentar as taxas de sucesso escolar a “todo o custo”, a fim de melhorar as estatísticas “para UE ver”, mesmo que estejamos a criar técnicos sem capacidade de executar uma profissão e a preparar iletrados para entrarem nas universidades. Ou seja, estamos a criar uma enorme mentira que o país mais cedo ou mais tarde vai pagar, se é que não está já!
Também nesta matéria continuamos no país do “faz de conta”.

PS: sobre esta e outras matérias, aconselho a leitura do livro de Medina Carreira e Ricardo Costa “O Dever da Verdade”.

quinta-feira, novembro 01, 2007

Especulações



APESAR de ter apenas 50 anos de idade e de gozar de plena saúde, o socialista Vasco Franco, número dois do PS na Câmara de Lisboa durante as presidências de Jorge Sampaio e de João Soares, está já reformado.

A pensão mensal que lhe foi atribuída ascende a 3.035 euros (608 contos), um valor bastante acima do seu vencimento como vereador.

A generosidade estatal decorre da categoria com que foi aposentado - técnico superior de 1ª classe, segundo o «Diário da República» - apesar de as suas habilitações literárias se ficarem pelo antigo Curso Geral do Comércio, equivalente ao actual 9º ano de escolaridade.

A contagem do tempo de serviço de Vasco Franco é outro privilégio raro, num país que pondera elevar a idade de reforma para os 68 anos, para evitar a ruptura da Segurança Social.
O dirigente socialista entrou para os quadros do Ministério da Administração Interna em 1972, e dos 30 anos passados só ali cumpriu sete de dedicação exclusiva; três foram para o serviço militar e os restantes 20 na vereação da Câmara de Lisboa, doze dos quais a tempo inteiro. Vasco Franco diz que é tudo legal e que a lei o autoriza a contar a dobrar 10 dos 12 anos como vereador a tempo inteiro.

Triplicar o salário. Já depois de ter entregue o pedido de reforma, Vasco Franco foi convidado para administrador da Sanest, com um ordenado líquido de 4000 euros mensais (800 contos). Trata-se de uma sociedade de capitais públicos, comparticipada pelas Câmaras da Amadora, Cascais, Oeiras e Sintra e pela empresa Águas de Portugal, que gere o sistema de saneamento da Costa do Estoril. O convite partiu do reeleito presidente da Câmara da Amadora, Joaquim Raposo, cuja mulher é secretária de Vasco Franco na Câmara de Lisboa. O contrato, iniciado em Abril, vigora por um período de 18 meses.

A acumulação de vencimentos foi autorizada pelo Governo mas, nos termos do acordo, o salário de administrador é reduzido em 50% - para 2000 euros - a partir de Julho, mês em que se inicia a reforma, disse ao EXPRESSO Vasco Franco.

Não se ficam, no entanto, por aqui os contributos da fazenda pública para o bolo salarial do dirigente socialista reformado. A somar aos mais de 5000 euros da reforma e do lugar de administrador, Vasco Franco recebe ainda mais 900 euros de outra reforma, por ter sido ferido em combate em Moçambique já depois do 25 de Abril (????????), e cerca de 250 euros em senhas de presença pela actuação como vereador sem pelouro.

Contas feitas, o novo reformado triplicou o salário que auferia no activo, ganhando agora mais de 1200 contos limpos. Além de carro, motorista, secretária, assessores e telemóvel.

Gato escaldado, de água fria tem medo!



“Governo e PS defendem que serviços de informação possam fazer escutas”
Expresso on-line 01/11/07

É necessário que os serviços de informação possam fazer escutas para serem eficazes no combate a vários tipos de crimes, nomeadamente no combate ao terrorismo. Eu advogo esta causa.
Mas no nosso país este tema (infelizmente – porque retira eficácia aos ditos serviços) depara com duas grandes “barreiras”. A primeira é a “barreira” da memória da PIDE e da ditadura; a segunda é a de que este sistema tem de funcionar num regime muito bem controlado pela justiça, senão corre o risco dos serviços de informação funcionarem para um governo e um partido e não para defender o país.

sábado, outubro 27, 2007

Mais Três! ou Os "Bons" e os "Maus"


Caso das Fardas para a Polónia
Ministério Público acusa militares de desvio de dinheiro.
Alegado esquema de burla e falsificação de documentos terá provocado um prejuízo de 13 milhões de euros ao Estado.
Três militares foram esta semana acusados pelo Ministério Público de crimes de falsificação de documentos e peculato num processo que relacionado com uma suposta encomenda da Polónia às Oficinas Gerais de Fardamento e Equipamento (OGFE). Os factos remontam a 1999 e, além dos três militares, envolvem ainda mais um quadro das OGFE, um civil e o cidadão italiano Ricardo Privitera. Este, além de falsificação de documentos e peculato, foi ainda acusado por um crime de burla.
Três militares não! Há que “separar as águas”. Três oficiais das FA’s e provavelmente oficiais superiores.
É que estamos a falar de uma casta de intocáveis, perante a restante hierarquia militar. A provar isto, é o facto de a PJ militar ou as chefias militares nunca, mas nunca detectarem estes casos, antes pelo contrário, estes indivíduos até costumam ser louvados.
E são estes indivíduos que punem e castigam os “Maus”.
Os “Maus” evidentemente, são os que nunca “alinham” nestas “jogadas”, mas querem que tudo seja feito “às claras”, inclusivamente que se cumpram as leis aprovadas no parlamento.
Os “Maus” são, entre outros, os que passeiam fardados!
Os “Bons” são os que desviam verbas do país (dos cidadãos contribuintes), para proveito próprio, mas que nunca põem em causa as acções das chefias e seus acólitos!
Mas tudo isto é tão verdade que não serve para nada!
O Povo é Sereno!
Venha mais futebol porque o que faz falta é animar a malta!

The Muppet´s Promises



Manhanmanhan (Para a próxima prometam só o que for realmente possível)!

sexta-feira, outubro 26, 2007

quarta-feira, outubro 24, 2007

Escutas



Anomalias nos telemóveis geram suspeições.
Militares e PSP acreditam que são escutados ilegalmente.
Público - 24.10.2007 - 08h45 Paula Torres de Carvalho, José Bento Amaro

Militares portugueses pagam as Missões no estrangeiro




«A verdade, inscrita no Relatório do OE2008, é que de novo o Governo prevê um corte de 21,6 por cento nos encargos com a saúde à Família Militar e de 17,4 por cento nas pensões de reserva», refere, em comunicado, a Associação.
A ANS alega que estes cortes, a serem efectivados, «vão acrescentar degradação à depauperação provocada por uma dívida de mil milhões de euros devido ao incumprimento reiterado de dezenas de diplomas legais por sucessivos Governos relativamente à família militar».
Para o Estado «saldar esta enorme dívida crescente nem um cêntimo se prevê» neste orçamento. «Ou seja: 80 por cento da despesa com as missões do estrangeiro seriam suportadas pela família militar».
A Associação Nacional de Sargentos recorda que mesmo entre deputados socialistas houve discordâncias quanto às leis de vínculos e carreiras aprovadas no Parlamento, com naturais «implicações negativas nas carreiras dos militares».
A ANS promete permanecer no seu posto de defesa dos Direitos, Liberdades e Garantias.
Lusa / SOL

terça-feira, outubro 09, 2007

Erro Capital - Contar a Verdade!

Depois de entrevista polémica à PÚBLICA
RTP: Conselho de Administração anuncia "procedimentos legais" contra Rodrigues dos Santos
09.10.2007 - 17h16 PUBLICO.PT
O jornalista admitia ainda estar desmotivado por “ver o poder interferir despudoradamente na informação”. Mais à frente sustentava que, enquanto director de informação, raras vezes contactou com os sucessivos governos, mas acrescentava: “Na minha experiência, os governos contactam as administrações e depois estas passam, ou não, os recados”.
Há muito tempo que não acredito na RTP!
Gosto de boa informação, vejo a SIC Notícias.

sábado, outubro 06, 2007

Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa!



“O primeiro-ministro encarou o discurso de Cavaco Silva, sobre a necessidade de uma nova atitude perante a escola, como uma mensagem de incentivo. O primeiro-ministro defendeu ainda que o Governo não está a atacar os professores, dizendo que não é a classe docente que está descontente mas sim os sindicatos.”
TSF Online 05/10/07


Eu ouvi a entrevista na TSF e realmente o 1.º respondeu: “uma coisa são os professores outra coisa são os sindicatos”.
Na verdade, uma coisa são os professores primários outra coisa é o sindicato dos bancários do sul e ilhas; uma coisa são os professores do ensino secundário outra coisa é o sindicato dos metalúrgicos; uma coisa são os professores universitários outra coisa é o sindicato dos jogadores de futebol profissionais.

Uma coisa é ser-se engenheiro outra coisa é …

sexta-feira, outubro 05, 2007

5 de Outubro de 2007 - Viva a Lóbicracia!




Viva o 5 de Outubro de 1910 e viva a República e blá, blá, blá, etc.

No início era a Monarquia (poder do monarca). Não serviu, matou-se um Rei e instaurou-se a 1.ª República. Também nada resolveu e veio a 2.ª logo seguida da Ditadura (poder do ditador). Os heróis de Abril arriscaram e implantaram a Democracia (poder do povo) – cuja melhor façanha foi introduzir Portugal na União Europeia - que muito rapidamente se transformou numa Lóbicracia (poder dos lóbis).
Actualmente estamos incluídos no “lote” de países a que se denomina de desenvolvidos, mas o nosso sistema educativo (tendencialmente gratuito, 2.º a Constituição) é o que se vê, a economia é uma “maravilha”, a corrupção está mais desenvolvida agora do que à 30 anos e a qualidade de vida dos portugueses está entregue à banca.
No meio de tudo isto, valha-nos o Eng. Belmiro de Azevedo que com o seu Grupo Sonae conseguiu baixar drasticamente os preços de inúmeros produtos, tornando-os mais acessíveis à bolsa de milhares de nacionais. Valham-nos igualmente os atletas portugueses e os humoristas deste país, que ainda vão conseguindo iludir o depauperado ego nacional.

"God Save the Lóbis"!

quinta-feira, outubro 04, 2007

O Buraco, a Flexisegurança e os Lóbis.


João Cravinho acusa o PS de “absoluta incompreensão” do fenómeno da corrupção
04.10.2007 - 09h50 Público/Lusa
O ex-deputado socialista João Cravinho ficou “chocado” com a “absoluta incompreensão” demonstrada pelo PS face ao fenómeno da corrupção, tema que causava “profundo mal-estar” no partido.
“Foi dos maiores choques da minha vida ver que aquela matéria causava um profundo mal-estar, era como um corpo estranho no corpo ético do PS. Apesar de algumas dificuldades que antevia, não contava com uma atitude de absoluta incompreensão para a natureza real do fenómeno da corrupção”…

quarta-feira, outubro 03, 2007

"P´ra quem é, bacalhau basta!"

São já três os serviços encerrados desde ontem
ASAE fecha cozinha e refeitório do Hospital de Leiria
03.10.2007 - 08h51 PUBLICO.PT

Na Marinha à quinta-feira é dia de bife. Consta que nas despesas aparece carne de 1.ª, mas no prato aparece isto.

ASAE nas Forças Armadas JÁ!

terça-feira, outubro 02, 2007

Radares de Lisboa


Aumento da velocidade máxima analisado na primeira reunião da comissão avaliação
O aumento dos limites de velocidade nos troços 'tipo via rápida' sujeitos a vigilância por radar vai ser discutido hoje na primeira reunião da comissão para avaliação do sistema de radares de Lisboa
SOL On-line, 3.ª- feira, 2 Outubro.

segunda-feira, outubro 01, 2007

Boas práticas!

Versão actual não respeita contrato
Severiano Teixeira cancela entrega de blindados por não cumprirem requisitos
01.10.2007 - 15h41 Público/Lusa
O ministro da Defesa, Severiano Teixeira, cancelou hoje a entrega ao Exército dos novos blindados Pandur 8x8, que irão substituir as Chaimite, por "não estarem cumpridos os requisitos técnicos" estipulados no contrato.

Até que enfim que (a este nível) se trabalha a sério em Portugal!

sábado, setembro 29, 2007

Jogos de Poder


Sócrates tentou influenciar Sampaio para substituir o Procurador-geral.
José Sócrates propôs no início do seu mandato como primeiro-ministro ao então Presidente da República, Jorge Sampaio, a demissão do procurador-geral Souto Moura e a sua substituição pelo actual ministro da Administração Interna, Rui Pereira, noticiou hoje o semanário “Sol” com base em escutas telefónicas cuja transcrição publica…
29.09.2007 - 15h43 PUBLICO.PT

… Faltava um ano e meio para o Procurador-geral da República (PGR) terminar o seu mandato, marcado na fase final pelo processo Casa Pia e a prisão e acusação ao ex-número dois do PS, Paulo Pedroso…
O SOL Online, 29.09.2007

"Rei morto, Rei posto"!

As primeiras palavras do novo presidente do partido:
"O nosso partido é maravilhoso"

Acredito. Desde que não voltem “à ribalta” os Isaltinos, os Albertos e os Valentins.

Junta Terrorista

sábado, setembro 22, 2007

Cada Povo...(Cont.)

O governador do Banco de Portugal, Vítor Constâncio, reconheceu na sexta-feira em Braga que o seu salário – cerca de 25 mil euros por mês – é demasiado elevado e defendeu uma redução dos vencimentos dos gestores públicos de topo, associada a uma contenção salarial geral.

Nestes países é também prática comum, alguns alto dirigentes, presidentes e directores de empresas públicas, fazerem-se pagar muito bem pelo “serviço prestado à nação”, enquanto a classe média se “esfuma” e a “arraia-miúda” ganha 450€ mensais.
“O Povo é Sereno!”

Cada Povo Tem o que Merece!

As queixas dos consumidores aumentaram 33% nos primeiros seis meses do ano. Queixamo-nos mais dos restaurantes, telefones, cabeleireiras, enfim, de serviços que usamos. Sendo as reclamações causadas por mau serviço, tanta queixa parece sinal negativo. É e não é. Sendo o mau serviço garantido, o aumento das queixas significa que os portugueses estão menos de encolher os ombros e mais de pedir o livro de reclamações.
Queixar-se não é ser queixinhas. A caridade começa em casa e a defesa dos direitos próprios revela civismo. Um povo que reclama hoje, chora menos amanhã. E isso nem sempre significa pedir o livro de reclamações. Também pode ser bater no vidro do carro parado na passadeira e dizer: “O Sr. Desculpe, mas isto é uma passagem para peões.”
In Global notícias, terça-feira, 18/09/07, pp. 2.
Nota: o sublinhado é do autor do blog.

De facto é nos países mais desenvolvidos (não confundir com o nosso) que os cidadãos mais reclamações apresentam quando não são bem servidos, quer ao nível comercial ou político.
Ao contrário, nos países em que os cidadãos pouco se queixam mas fazem muitas queixinhas, “meia dúzia” desses cidadãos vivem muito bem e os restantes vivem pior. Nestes países existe também a tendência para a governação praticada por corruptos e/ou autoritários.
Nestes países, é costume a atenção de uma grande maioria dos seus cidadãos estar centrada no futebol. Podem até ser países em que os cidadãos aderem facilmente a novas tecnologias, mas continuarão a ser países, democrática e humanamente, subdesenvolvidos!

quinta-feira, setembro 20, 2007

É a Vida!

Foto gentilmente cedida por “Espião Anónimo”

Desde Agosto de 2005 já foram abertos cerca de 50 processos disciplinares a militares, dos quais resultaram perto de 100 dias de detenção, repreensões e um dia de prisão disciplinar, cumprido pelo próprio presidente da ANS.
A ANS contesta o “incumprimento de dezenas de diplomas legais, por sucessivos Governos”, que originaram “uma dívida crescente, já superior a mil milhões de euros, à família militar”.

São 40 os diplomas legais que estão por cumprir. Mas, no fim deste mês vai ser aplicado um deles (DL 299/97), que tem como consequência o pagamento de um diferencial no salário, com retroactivos desde Outubro de 2005 (no meu caso são €600).
Ora, se para a aplicação de um diploma legal referente aos militares, foram necessários 50 processos disciplinares, 100 dias de detenção e 1 dia de prisão disciplinar, só teremos a aplicação dos restantes 39 diplomas daqui a 1950 processos, 3900 dias de detenção e 39 dias de prisão disciplinar, se a matemática não me falha.
Parafraseando um antigo primeiro-ministro: “O que é que querem? É a vida!”

Mais outro!

Passeio do descontentamento em Novembro de 2006
Sargento da Marinha cumpre cinco dias de detenção
20.09.2007 - 20h51 Lusa
O militar Paulo Freire presta serviço na Escola de Tecnologias Navais da Armada (ETNA), em Vila Franca de Xira, e cumprirá os cinco dias de detenção nas instalações da escola, disse à Lusa o presidente da associação, António Lima Coelho.

Lóbis na UE

Expresso Online, 20/09/07
Comissário Siim Kallas em Lisboa.
Europa quer fazer luz sobre o mundo obscuro dos lóbis.

Com uma lâmpada de quantos Watts?

sábado, setembro 15, 2007

Heróis do Mar, Nobres "Lobos"!

Dia 15 de Setembro de 2007, 13.00 horas em França (12) em Portugal. Vejo na televisão a Selecção Nacional de Râguebi (os Lobos) a cantar “A Portuguesa” alto e bom som, com algumas lágrimas à mistura. O adversário é a Nova Zelândia (selecção n.º 1 do ranking mundial).
Podemos até perder por cem a zero, mas a entrega e o sentimento de pertença à Pátria Lusa demonstrados por estes “Lobos”, aliado ao feito inédito e meritório de serem a primeira selecção amadora a participar num campeonato mundial de râguebi, merecem a minha profunda solidariedade e desejo que obtenham o melhor resultado possível.
Força “Lobos”!
Viva Portugal!

quarta-feira, setembro 12, 2007

Os "Heróis de Timor"

Decisão com base no contexto das boas relações com a China.
Visita do Dalai Lama: Luís Amado nega qualquer pressão de qualquer governo.
12.09.2007 - 13h21 Público/Lusa

Há poucos anos o país encheu-se de lenços brancos. Jorge Sampaio e António Guterres efectuaram uma demanda mundial em prol da causa timorense. Timor conseguiu a independência da Indonésia. Nesse esforço particular, os portugueses foram os “Heróis de Timor”.
Hoje o Governo português não recebe o Dalai Lama. Pragmatismo político assim o obriga!
Já não há “Heróis”!

segunda-feira, setembro 10, 2007

Sociedade

OMS: Um suicídio a cada 30 segundos em todo o mundo.
Cerca de 3.000 pessoas suicidam-se todos os dias no mundo, uma a cada trinta segundos, alertou esta segunda-feira a Organização Mundial de Saúde (OMS) por ocasião da comemoração do «Dia Mundial de Prevenção do Suicídio».
Diário Digital / Lusa 10-09-2007

Émile Durkheim (1858-1917), o pai da Sociologia moderna, conclui na sua obra “O Suicídio” que as pessoas o cometem por razões de exclusão ou não-integração na sociedade e não por factores meramente individuais ou patologias mentais, ao contrário do que se pensava até à época.
Na sua investigação sociológica, Durkheim definiu aquilo a que chamou de “preponderância progressiva da solidariedade orgânica”, que de uma forma muito generalista e resumida, significa que a solidariedade numa sociedade varia consoante o grau de modernidade dessa mesma sociedade i.e., quanto maior e mais sólida for a taxa de solidariedade, mais moderna é uma sociedade e os seus membros vivem mais satisfeitos e com menor taxa de suicídios. O sentimento de exclusão pode ocorrer não só por falta de condições de vida, mas também por excesso dessas condições, por paradoxal que possa parecer.

quarta-feira, setembro 05, 2007

60 Horas

Duas dependências roubadas em menos de 24 horas
Um banco assaltado em Portugal em cada 60 horas
05.09.2007 - 09h25 José Bento Amaro, PÚBLICO

(…) As estatísticas nacionais do ano passado referem que foram roubados 139 estabelecimentos bancários e outras instituições de crédito. Contas feitas, chega-se à conclusão de que a cada 60 horas (dois dias e meio) foi roubado um banco. (…)

Por isso é que as instituições bancárias em Portugal só descontam 11,5% de IRC. Coitados, com tanto assalto!

terça-feira, setembro 04, 2007

Sinais

Plano Tecnológico: Portugal torna-se o 7º melhor país do mundo no governo electrónico

Portugal subiu 41 lugares na lista dos melhores países em práticas de governo electrónico, tornando-se o sétimo melhor país do mundo, segundo a listagem hoje divulgada pela Universidade de Brown.
LUSA, 4 de Setembro de 2007, 16:24

Estes indicadores são sempre bons. Esperemos que esta evolução sirva para aumentar efectivamente a qualidade de vida dos portugueses.

segunda-feira, setembro 03, 2007

Ironias

Greenspan em Lisboa a convite do Sol e do Diário Digital
O ex-presidente da Reserva Federal (Fed) norte-americana Alan Greenspan dará uma conferência em Lisboa no próximo dia 3 de Outubro a convite do semanário Sol e do Diário Digital.

Consta que Allan Greenspan terá querido conhecer um país mais rico que os EUA.

Na foto: Expressão de Greenspan ao saber que o governador do Banco de Portugal auferia um vencimento superior ao seu.

sábado, setembro 01, 2007

Mais uma vez Campeã!

Mais um feito da "superatleta" portuguesa
Vanessa Fernandes campeã mundial de triatlo
Ricardo Capela, Expresso, 1/09/07


Para cima de 300 mil pessoas assistiram em Hamburgo a mais um triunfo da portuguesa. Falta agora a medalha olímpica.
Vanessa Fernandes acabou de se sagrar campeã do mundo de triatlo, numa prova realizada em Hamburgo, na Alemanha.
A triatleta do Benfica bateu a sua "arqui-rival" Emma Snowsil e a norte-americana Laura Bennet. Este é o primeiro título mundial de Vanessa Fernandes a quem falta apenas um título olímpico para que possa ter todos os títulos da modalidade no currículo.


Mais uma vez Campeã, mais uma vez Parabéns Vanessa!

Traições, Ciúmes, Desencantos!


As chefias que tanto perseguem e castigam os subordinados, por estes exigirem que se cumpram as leis aprovadas no parlamento, provam agora o “veneno” dos seus mandantes.

Mas um político nunca mente e muito menos um membro do Governo. O Exmo. Sr. Ministro da Defesa Nacional garantiu, na Assembleia da República, que o seu ministério não mandou captar imagens e não identificou os militares que se passearam no Rossio e muito menos enviou qualquer foto para os 3 ramos das FA’s.
Garantiu, até um deputado se levantar e mostrar ao Sr. Ministro o despacho acima exposto, que comprova o "equívoco" do Exmo. governante!

Ninguém mente até ser apanhado!

sexta-feira, agosto 31, 2007

"O Triunfo dos Porcos!"

O BCP valorizou 4,66 mil milhões de euros durante o mandato de Paulo Teixeira Pinto à frente do conselho de administração do banco, que termina hoje, a sete meses da assembleia-geral onde serão eleitos novos órgãos sociais.

É a vitória da mentalidade mesquinha e antiga, moldada no Estado Novo, que pratica uma gestão empresarial do tipo ditatorial, não transparente, discriminatório (quanto ao sexo, crença, etnia), que tudo quer controlar sem ter de prestar contas aos accionistas.
Pelo contrário, Paulo Teixeira Pinto impôs uma gestão moderna, transparente, as acções subiram de valor e propôs uma descida no vencimento milionário dos administradores.
Vencem os detentores do poder do costume e adeptos do imobilismo.
É o "Triunfo dos Porcos"!

quinta-feira, agosto 30, 2007

1925 ou 2007?


“Sr. Ministro: - Impõe-me a minha graduação o dever de dirigir a V. Ex.ª algumas palavras em nome dos oficiais aqui presentes e se presume representarem todo o Exército.
Não tendo, porém, conversado previamente com eles, eu desconheço o que eles pensam acerca desta convocação que a repartição do gabinete se não esquece de fazer sempre que um novo ministro toma posse do cargo e que pela sua frequência e imposição não tem outro significado mais que o simples cumprimento duma ordem banal.
Creio bem que, por isso mesmo, deve V. Ex.ª, que sempre tem sido um soldado, sentir como todos nós a inutilidade e até mesmo o ridículo de uma cerimónia que só se justificaria, pelo entusiasmo suscitado após um alto feito militar, mas que em circunstâncias normais tão vexatória é para V. Ex.ª como para nós.
V. Ex.ª, que não é a primeira vez que exerce o cargo de ministro da Guerra, deve saber do miserável estado do Exército, desprovido de organização, desprovido de instrução, desprovido de material, absolutamente incapaz de oferecer uma resistência séria.
V. Ex.ª deve conhecer como nós a impossibilidade de mobilização imediata de uma simples divisão e da carência de armas, munições, cavalos, viaturas, etc. Deve V. Ex.ª conhecer a desorganização dos diversos serviços militares e o desleixo que para aí vai.
Não me proponho detalhar agora toda a nossa miséria; mas, convém acentuar que não a desconhecem as nações que têm representantes em Lisboa, representantes que não são cegos nem tolos e têm por dever informar-se para saber informar os seus governos. Para lamentar é que sejamos nós, os que do Exército fazemos parte, quem menos conhece a verdadeira situação militar de Portugal, devido à norma das repartições superiores que envolvem tudo num véu de mistério, a coberto do qual nada fazem e gozam duma reputação nebulosa de saber e austeridade.
Não há muito que achando-me à testa da 4ª Divisão do Exército e querendo inteirar-me do problema da defesa do território que comandava, eu pedi à estação competente para me confiar o plano de mobilização e defesa para o estudar: responderam-me que os planos de defesa eram secretos e portanto me não podiam ser enviados!
Pasmei, e considerei esta resposta tão ridícula que preferi crer que não passava de uma simples forma de encobrir a ausência de qualquer plano; e até hoje continuo com a mesma convicção.
Cito apenas este caso, entre muitos outros assaz curiosos, para demonstrar a V. Ex.ª a necessidade de alterar todo este estado de coisas, introduzindo uma reforma radical nos usos e costumes do Exército, por forma a acabar com a mentira que nele reina e faz a fortuna a muita gente. E é destas e doutras causas análogas que vem a indisciplina provocada pelos de cima também com as suas faltas de tacto, de saber e de critério e, sobretudo, pela sua ausência de espírito militar. Escuso de acentuar a necessidade de preparação, pois hoje com a complicada ciência que é a guerra, não se improvisam exércitos e quem os não possuir bem preparados e organizados desde o tempo de paz será irremediavelmente batido ao entrar nela.
Poderá parecer estranho que tendo nós recebido ordem para apresentar cumprimentos a V. Ex.ª, cumprimentos que a tradição impôs como afirmação da passividade imbecil e conformação com o estado de inércia mental a que nos têm reduzido, eu quebre essa norma chamando a atenção de V. Ex.ª para a falta de preparação militar do País; mas, senhor ministro, eu entendo que o meu dever como soldado, que me orgulho de ser, consiste precisamente em dizer o que penso, para que ao derrocar-se esta nacionalidade se não diga que tendo uma oportunidade de chamar a atenção do Governo para a miséria militar da Nação eu a deixei escapar por comodismo ou cobardia. Fazendo justiça às qualidades militares de V. Ex.ª, a quem conheço há cerca de 30 anos, desde que servimos sob as ordens desse grande soldado chamado Mouzinho de Albuquerque, que teve a coragem de se meter na sepultura quando começou a derrocada que conheceu e não pôde suster, fazendo justiça a V. Ex.ª, repito, eu convenço-me de que V. Ex.ª saberá preparar o Exército por forma a que ele ocupe o lugar de honra que na nacionalidade lhe pertence, e sirva efectivamente para a defesa da Pátria.
Aljubarrota, Exmº. Sr., não é um facto isolado na História de Portugal e pode repetir-se sempre que haja um Governo consciente da sua missão e saiba pôr acima dos interesses particulares o interesse nacional e não faça da cobardia uma virtude cívica.
Organize V. Ex.ª, como é seu dever, os serviços militares, influa, como é também seu dever, para que o Governo de que faz parte ponha em ordem a administração civil e financeira, cortando as cabeças a todos os chefes das quadrilhas que com a maior desvergonha e impunidade andam há anos a esta parte comprometendo a honra da Nação, e pode V. Ex.ª estar certo que todo o Exército o apoiará entusiasticamente nesse trabalho.
Tem V. Ex.ª o coração colocado bem no seu lugar e de forma a poder encarregar-se dum tal papel?
É o que resta ver”.


Discurso do General Gomes da Costa na tomada de posse do novo Ministro da Guerra (Gen. Vieira da Rocha), no Terreiro do Paço, Lisboa em 15 de Agosto de 1925.

Militares


Os militares portugueses estão por 10 réis de mel coado, os cuidados de saúde e de segurança social que lhes são devidos custam uns trocos, e o melhor que se espera é que venham a ser equiparados a funcionários públicos, o que, para quem trabalha em disponibilidade total e pode dar a vida pela Pátria, é, naturalmente, um desprimor. Houve um tempo em que, para não cometer mais injustiças, o Estado pensou equiparar as contrapartidas que oferece aos oficiais militares, aos diplomatas, aos juízes e aos professores universitários. Mas depressa os militares ficaram para trás e ninguém foi capaz de acompanhar a passada dos juízes, que, a tratarem da vidinha, são um “vê se te avias”.Resultado: quando a política externa assenta mais no esforço militar, os nossos oficiais, sargentos e praças são tratados abaixo de cão e só um distinto oficial e cavalheiro parece ter voz e memória em Portugal. Chama-se Loureiro dos Santos. O resto foi para as termas, tratar do reumático, ou está a almoçar na Associação 25 de Abril…

Joaquim Letria, 24 Horas, 07/25/07, p. 28

quarta-feira, agosto 29, 2007

Contrastes

Torneio US Open
Maria Sharapova joga com 600 cristais ao peito
Expresso 15:08 quarta-feira, 29 AGO 07

Mais Repressão!

Entretanto mais uma punição para um Sargento da Marinha Portuguesa.

O Sargento-ajudante Caetano inicia amanhã um castigo de cinco (5) dias de detenção.
Delito: passear uniformizado no Rossio.

Estes “bandidos” a andar fardados na rua é que são um perigo para a Nação e para a ordem pública e não aqueles que matam pessoas à porta de discotecas, que violam criancinhas, que desviam verbas do erário nacional, os que corrompem o sistema desportivo português, os que…etc.

A Bem dos que Detêm o "Poder" da Nação!

A Bem da Nação!

Diploma regressa ao Parlamento
Presidente veta decreto que aprova orgânica da GNR
29.08.2007 - 15h54 PUBLICO.PT

O Governo quis aumentar o n.º de oficiais generais e a sua graduação no comando da GNR. Esse modelo não existe em nenhum país da EU. O Presidente vetou o decreto.

Qual a intenção do Governo? Não sei, mas dizem os “Tratados de Teoria Política e de Teoria do Poder” (principalmente em países que vivem com dificuldades económico-financeiras) que é assim que se garante o poder tranquilo dos governos: manter as chefias satisfeitas! Estas por sua vez cumprem o seu papel: “Esmagar” a nível subalterno, tudo o que tenha carácter reivindicativo, mesmo que já previsto em lei.

A Bem da Nação!

terça-feira, agosto 28, 2007

Delatora e Vergonhosa "Yahoo"

Empresa forneceu dados sobre utilizadores
Yahoo rejeita responsabilidades na condenação de internauta chinês
28.08.2007 - 14h50 PUBLICO.PT, com agências

Os donos do motor de busca Yahoo pediram à justiça norte-americana que deixe cair as acusações de colaboração com o Governo chinês na detenção de indivíduos com ideias contrárias ao regime, ao fornecer dados sobre a identidade dos seus utilizadores e conteúdos de e-mails.

Yahoo, uma empresa norte-americana apologista da liberdade de expressão – desde que não afecte a possibilidade facturar milhões na China!

A 4ª melhor do mundo

Atleta portuguesa falha pódio por três centímetros
Naide Gomes "um pouco triste" com o 4º lugar
28.08.2007 - 15h40 Lusa, PUBLICO.PT

Falhou o pódio mas é a 4ª melhor atleta do mundo naquela modalidade.

sábado, agosto 25, 2007

Portugal + pobre

Faleceu Eduardo Prado Coelho, intelectual público

25.08.2007 - 11h30 José Manuel Fernandes - Público

SEQUESTRO

Sequestro

Substantivo masculino
1. DIREITO - depósito de uma coisa litigiosa em mãos de terceira pessoa, por decisão judicial ou convenção das partes;
2. Pessoa a quem se confia esse depósito;
3. Clausura ou retenção ilegal de pessoas; rapto;
4. Penhora;
5. Isolamento; apartamento;
6. MEDICINA - fragmento de osso, necrosado, que se separa do osso vivo;
(Do lat. sequestru-, «id.»)

Sequestrar

Verbo transitivo
1. Pôr (uma coisa ou pessoa) em sequestro; raptar;
2. Enclausurar ilegalmente;
3. Apoderar-se violentamente de;
4. Isolar;
5. Figurado - privar do uso, exercício ou domínio;

Verbo reflexo
Afastar-se do convívio social; isolar-se;
(Do lat. sequestráre, «id.»)

Dicionário de Língua Portuguesa. In Diciopédia X [DVD-ROM]. Porto: Porto Editora, 2006. ISBN: 978-972-0-65262-1

Chefias portuguesas “Sequestram” portugueses

Defesa: Presidente da ANS cumpre sábado um dia de prisão

O presidente da Associação Nacional de Sargentos foi punido com um dia de prisão disciplinar, a cumprir sábado, na sequência de um processo que decorria desde Dezembro, anunciou esta sexta-feira a ANS.
De acordo com um comunicado da ANS, o sargento Lima Coelho cumprirá um dia de prisão, no Comando Operacional da Força Aérea em Monsanto, Lisboa, por ter proferido declarações em que usava a palavra «sequestro» para qualificar a detenção disciplinar de outro dirigente associativo.
Contactado pela Lusa, Lima Coelho precisou que usou a palavra «sequestro» no dia 4 de Dezembro de 2006 numa conferência de imprensa na sede da ANS «sobre a detenção» do vice-presidente da direcção da associação, o sargento David Pereira.
«Ora, segundo o dicionário de Língua Portuguesa a detenção ilegal e involuntária é sequestro», afirmou Lima Coelho.
«O Tribunal Administrativo e Fiscal de Leiria tinha ordenado a suspensão da punição à luz das consequências da providência cautelar interposta. A Marinha só se pronunciou sobre a primeira decisão da meretíssima juíza mais de 24 horas depois fora das horas de expediente normal e em vésperas de um fim-de-semana. Portanto, à hora em que aquelas declarações foram prestadas, a situação configurava de facto uma detenção involuntária e ilegal, um sequestro», argumentou a ANS, no comunicado.
Para Lima Coelho, as medidas disciplinares a dirigentes associativos constituem uma «forma persecutória e repressiva de calar as vozes que denunciam o incumprimento das leis, de mais de 40 diplomas, para além da dívida constituída à família militar».

sexta-feira, agosto 24, 2007

Venezuelanos sequestradores libertam portugueses

Três crianças portuguesas libertadas na Venezuela

Os três netos do bem sucedido emigrante na Venezuela José Cardoso Barreto foram “libertados esta tarde pelos sequestradores” que os tinham em seu poder desde o passado dia 12, disse ao Expresso o embaixador da Venezuela em Portugal, Lucas Romero. Esta confirmação foi igualmente confirmada ao Expresso por Aleixo Vieira, director do jornal Correio da Venezuela e por António Braga, secretário de Estado das Comunidades.

sexta-feira, agosto 03, 2007

109 - Inquérito

Mulheres portuguesas querem mais sexo

As mulheres portuguesas querem mais relações sexuais e mais longas que os homens, revela um estudo internacional que será apresentado hoje em Albufeira.
À pergunta «com que frequência quer sexo?», 44 por cento das 685 portuguesas e 31 por cento dos 694 portugueses afirmaram «três ou quatro vezes por semana», em resposta ao inquérito das revistas Cosmopolitan e Men's Health sobre o que é o parceiro «ideal». (…)
(…) Falta de energia e linguagem obscena é um grande impeditivo para as portuguesas, enquanto a falta de iniciativa ou a rudeza delas são aspectos que levam os homens a desmotivar-se.Os preliminares assumem também grande destaque para ambos os sexos: quase metade das portuguesas quer no mínimo 15 minutos e cerca de 40pc prefere mesmo 20 minutos ou mais. (…)
Lusa / SOL

quinta-feira, agosto 02, 2007

108 - Entre-os-rios na América

Queda de ponte sobre o Mississipi

Balanço provisório de 9 mortos, 60 feridos e 20 desaparecidos
Pelo menos nove mortos e seis dezenas de feridos hospitalizados é o balanço provisório da queda de uma ponte sobre o rio Mississipi, revelaram hoje as autoridades norte-americanas. A imprensa local fala em mais 20 desaparecidos.

Esta tragédia faz-nos lembrar algo semelhante ocorrido no nosso país. Infelizmente.

quarta-feira, agosto 01, 2007

107 - Cooperação Mundial

ONU aprova envio de força de paz para Darfur
O Conselho de Segurança aprovou hoje por unanimidade o envio de uma força conjunta das Nações Unidas e da União Africana para Darfur, cenário da pior crise humanitária da actualidade. Ao todo, 26 mil militares e polícias vão tentar pacificar aquela província sudanesa.
O verdadeiro espírito da ONU, a união dos povos no combate às injustiças mundiais, neste particular, no combate ao genocídio que está a ser perpetrado naquela zona do planeta. Deseja-se muito sucesso aos 25.000 militares e agentes de polícia que vão formar o contingente de Capacetes Azuis.

106 - Cabala

A Procuradoria-Geral da República arquivou hoje o inquérito à licenciatura em Engenharia do primeiro-ministro José Sócrates, considerando que da análise aos elementos de prova recolhidos resultou “não se ter verificado” a prática de crime de falsificação de documento.
Lisboa, 01 Agosto (Lusa)

Afinal tudo não passou de uma blasfémia. A obtenção do diploma traduziu-se no processo mais translúcido do século, sem certificados datados ao domingo, sem cartas de gabinete a acompanhar testes enviados por correspondência, etc.
Cabalas.

105 - Contraditório

MENSAGEM DO ALMIRANTE CHEFE DO ESTADO-MAIOR DA ARMADA
OFICIAIS, SARGENTOS, PRACAS, MILITARIZADOS E CIVIS QUE SERVEM NAMARINHA:PRETENDO TRANSMITIR-VOS O MEU REPUDIO PELAS NOTICIAS HOJE VEICULADASEM VARIOS ORGAOS DE COMUNICACAO SOCIAL RELATIVAS AH EXISTENCIA DEHIPOTETICAS IRREGULARIDADES QUE ESTARIAM A OCORRER NA MARINHA, QUEMAIS NAO FAZEM DO QUE LANCAR SUSPEICOES SOBRE A GENERALIDADE DE UMAINSTITUICAO FORJADA POR SECULOS DE DEVOCAO AO SERVICO DE PORTUGAL EDOS PORTUGUESES NO MAR.A MARINHA PAUTA-SE PELO ESCRUPULOSO CUMPRIMENTO DA LEI, TENDO UMACULTURA DE RIGOR, BASEADA EM PADROES DE EFICIENCIA E EFICACIA DAGESTAO DOS RECURSOS E NO RECONHECIMENTO DECISIVO DA RELEVANCIA DOCONTROLO.PORQUE NISSO RESIDE A MINHA MAIS PROFUNDA CONVICCAO, MANDEI PROCEDERAO LEVANTAMENTO DE UM PROCESSO DE AVERIGUACOES SOBRE AS INSINUAÇOESQUE NOS FORAM DIRIGIDAS, AGUARDANDO PELO SEU RESULTADO PARA, NOMOMENTO E SEDE PROPRIOS, AGIR EM CONFORMIDADE, CERTO DE QUE SE FARAJUSTICA.COM SERENIDADE, MAS FIRMES NA DEFESA DAS NOSSAS CONVICCOES EPRATICAS, CONTINUAREMOS A PAUTAR O NOSSO COMPORTAMENTO PELA VERDADE,PELO RIGOR E BOA FE NA FORMA DE SER E ESTAR, REAFIRMANDO OS NOSSOSVALORES ETICOS E COMPETENCIA PROFISSIONAL, MATERIALIZADOS NA ENTREGAE ABNEGACAO AO BEM PUBLICO E AO SERVICO DE PORTUGAL.
Data/Hora de Registo: 2007-07-30 18:42
NÃO CLASSIFICADO